NACAB - Núcleo de Assessoria às Comunidades Atingidas por Barragens

FGV anuncia contratação de profissionais para cadastro do Programa de Transferência de Renda

Dando continuidade à gestão e operacionalização do Programa de Transferência de Renda (PTR), a Fundação Getúlio Vargas (FGV) anunciou um processo seletivo para contratação de profissionais que irão trabalhar no cadastro das pessoas atingidas. As vagas de trabalho são para pessoas residentes nos municípios de Brumadinho, Betim, Pará de Minas, Pompéu e Morada Nova de Minas.

Os cargos abertos para contratação são de Supervisor Operacional e Atendente de Cadastro. As vagas exigem ensino médio completo. Para o cargo de Supervisor, é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação Categoria B. 

As pessoas interessadas devem encaminhar currículo para o e-mail [email protected] até o dia 31 de dezembro de 2021. 

Sobre o PTR

Desde novembro, o pagamento do PTR vem sendo realizado pela FGV, empresa escolhida pelo Comitê de Compromitentes do acordo judicial (Instituições de Justiça + Governo de Minas) para gerir o programa.

Atualmente, estão recebendo o auxílio aquelas pessoas que já vinham recebendo o extinto Pagamento Emergencial que era pago pela Vale. Em breve, será anunciado pela empresa o cadastramento de novos beneficiários. 

Abaixo listamos algumas informações importantes:

Caso ainda haja alguma dúvida sobre o PTR, ela deverá ser encaminhada para o e-mail [email protected], o canal oficial de informações da empresa gestora. À medida que surgirem novas informações, a ATI Paraopeba Nacab divulgará para as comunidades da Região 3. Fique atento/a aos nossos comunicados, site e redes sociais! 

Texto: Raul Gondim
Edição: Leonardo Dupin

1 comentário

  • Pelo exposto o passivo com os atingidos que receberam o auxilio emergencia somente durante alguns meses e os que não receberam nada não vai ser pago. correto?
    Se for assim isso vai ser uma grande injustiça e vai provocar uma divisão da comunidade naqueles que receberam e os que não receberam e são vizinhos.Parece uma injustiça